Salva pela web

Os autores deste blog costumam fazer posts nada personalizados. Abramos uma exceção. Todo mundo já ouviu uma história de que foi salvo pela internet. Em outros tempos, era o vizinho. Depois veio o telefone. A bola da vez é o Twitter, que serviu de alarme para quem mora nos EUA em regiões com tornados. Basta ler How Twitter saves lives no blog de uma cristã twitteira.
Sexta-feira, dia 4 de abril, eu me preparava para fazer uma oficina pela web. Assunto: mobile learning, tema que venho acompanhando, lendo artigos, estudos de caso, entrevistando antropólogos e professores universitários que fazem pesquisas sobre o uso de celulares.
Eram quase 21h, eu testava meu microfone e já havia na platéia virtual 17 pessoas. Quem quisesse me ouvir podia entrar pela rádio online. Os usuários de Second Life poderiam fazer perguntas ao vivo no Centro Cultural Bradesco. Também dá para participar do Moodle, um ambiente AVA (ambiente virtual de aprendizado) do CCB, gerenciado por Alessandra Zago.
Em casa todos já sabiam que o silêncio era uma ordem, nas redondezas do meu escritório. De repente começa uma gritaria e descubro que minha caçula havia engolido uma moeda. Minha mais velha gritava, a filha que virou cofrinho estava desesperada. Minha cara-metade, idem.
Antes de mais nada, pedi calma. De nada adiantou. Enquanto isso, avisei pelo teclado aos presentes virtuais que eu precisava sair correndo para um hospital por conta de um acidente doméstico.
Não tinha me dado conta que o microfone estava aberto. Daí que todos escutaram a gritaria em casa. Foi a minha sorte. Uma amiga que estava na platéia ouviu e rapidamente ligou para seu pai, que é médico. Em seguida, telefonou em casa e disse que não era tão grave, mas que precisávamos ir a um hospital.

Ela passou em casa, pegou o quarteto e rumamos para dois hospitais. No segundo, fomos atendidos, minha garota-cofrinho foi submetida a um raio-X e vimos que a moeda (de 25 centavos ou 1 real) estava alojada no estômago. No HU havia um garoto de 7 anos que engolira uma moeda “importada”. Pôs o dinheiro na língua porque ficou com medo que a professora o confiscasse. Teve mais azar, porque o vil metal estava preso no esôfago.
Eu já entrevistei há muitos anos uma mulher que foi salva de um assalto por sua web cam. Uma história maluca, mas aconteceu. Vou dizer o óbvio. É válido também para ateus: santa web . Santos também os amigos que nos ajudaram nessa hora.

27 Comentários

Arquivado em Comportamento

27 Respostas para “Salva pela web

  1. Boa tarde parabéns adorei o seu blog. Muito bonito e bem claro. Continue sempre assim. Se você puder visitar também meus sites de tratamento de calvície e empréstimo consignado , ficarei muito grato http://www.scemprestimoconsignado.com.br e http://www.calviciecarecanempensar.com.br . Um grande abraço e siga sempre nessa linha de blog🙂

  2. Nossa que coisa, ela está bem? A moeda saiu?
    Santa Web!

  3. eliana

    Marijô querida!
    Que historia! Ainda bem que tudo acabou em texto e otimo texto!
    Quanto aos textos “normais”do blog, fico literalmente encantada com eles que pra mim estao no âmbito do maravilhoso, tenho certeza de que você me entende.
    Bisous nas meninas e no Luisao. Pra você ( e te citando) coisas boas em profusao.
    Eliana

  4. Oi, caí no seu blog sem querer e achei ótimo. Tem tudo a ver com meu interesse no universo mobile. Voltarei. Abs

  5. Pingback: PICTURAPixel - Bloco de Notas » Viva a rede!!!

  6. Mario José Santos

    Não sabia que eu tenho uma sobrinha-cofrinho!!!
    E ela é gulosa, não se contenta com moeda de um centavo… rsss…
    Um grande beijo para as minhas sobrinhas.
    Tio Mario e priminhos Viviane e Gabriel.

  7. Jo elias

    menina, que susto!! ainda bem que deu tudo certo=. aprovada a inclusao de historinhas da vida real, hein?? beijos

  8. Lica

    Êta, mas que moleca!
    Melhor negociar – mais vale uma moeda fora do que no estômago…

  9. Rosa Arrais

    Mary querida: Manu e Carminha valem ouro! O Real é um acessório. Beijos

  10. Puxa, Mari-Jô, ainda bem que o acidente não foi tão grave. Mas que chato… =(

  11. Como disse a comadre Maria Lucia, que dá aulas na UFJF, esperamos que o Real realmente vire merda. Por ora, um segundo raio-x revela que o vil-metal continua alojado no estômago.
    Em breve, mais informações sobre os caminhos desta moeda, que anda em alta.
    Abraços digitais a todas e todos que leram a saga do quarteto.

    Mari-Jô Zilveti
    https://nomadismocelular.wordpress.com

  12. marijooooo…q lokura, mulher? ainda bem q agora tah tudo bem,ne? vamos nos ver!!! marcar aquela ponta… bjs gdes na pequena

  13. Teresa

    Cara amiga,

    Que aventura… Ainda bem que essa vizinhança virtual estava ali pra dar uma força…
    Daqui a 20 anos diremos: Bons tempos aqueles, hoje em dia ninguém mais se ajuda…
    Bjs avocê e suas corajosas meninas,

    Teresa

  14. MARIA LUCIA

    Errata.
    podendo ser ENTENDIDA…
    RETROALIMETAÇÃO quiz eu escrever.
    COMODITIE tb saiu errado.
    E… incrível errei em CHICAGO !
    Sorry.
    ML.

  15. É por isso que as crianças são os “nativos” digitais e nós meros imigrantes.🙂
    Bjs,
    Ana Maria

  16. Elder Vieira

    Quer dizer então que vocês têm agora uma filha acrescida de juros? Taí uma ótima estratégia de poupança. E, de lambuja, a criança ainda ganha peso.
    Esse negócio de tecnologia é mesmo uma coisa muito boa. Ter canais que nos ponham em contato praticamente imediato facilita um bocado a vida e pode ser mesmo a diferença entre estar perdido ou a salvo.
    Legal seria se todos pudessem ter acesso a um troço desses. Quem sabe, um dia, quando esse País de fato nos pertencer?
    Beijos procês todos. E “deposite” um especial na filha-cofrinho.

  17. MARIA LUCIA

    PUTA QUI PARIU.O REAL VAI VIRAR MERDA !

    QUESTÕES FILOSÓFICAS:
    NO EMBATE COM MANUELA ( O DOLAR) NOSSA MOEDA FOI ENGOLIDA. ISTO É REAL !

    A OPERAÇÃO FINANCEIRA DEIXA O MERCADO NERVOSO POIS:
    1 – A MONETARIOFAGIA PODE FAZER A MOEDA SUMIR POR UNS TEMPOS, PODENDO SER ENTNDIDO COMO UMA ESTRATÉGIA DAS CLASSES OPRIMIDAS PARA RETER SEU VALOR REAL NO MERCADO INTERNO FRENTE AS TURBULÊNCIAS DO EXTERIOR
    2 – SEU RETORNO VAI DAR NA MAIOR MERDA, POIS SUA PERMANÊNCIA NO ESTÔMAGO, LUGAR DE PRODUÇÃO DE GASES ASCENDENTES INICIA UM PROCESSO DE BOLHA NO MERCADO.
    3 ESTA BOLHA É REROALIMENTADA NO INTESTINO, LOCUS DE PRODUÇÃO DE MAIS VALIA RELATIVA ONDE A BURGUESIA CLARAMENTE PEIDA PARA TODO MUNDO RESSIGNIFICANDO E AUMENTANDO O EFEITO BOLHA.
    4 – OU NA VERDADE O REAL É TRANSMUTADO EM COMIDITIE ONDE A MOEDA E A MERDA SÃO APENAS O RESULTADO DO DESEMPENHO DO MERCADO FUTURO ?
    5 – NA VERDADE O COMPLEXO AGROEXPORTADOR AGORA RECHEADO E ACRESCIDO DE FIBRAS ORGÂNICAS E MEIO CIRCULANTE NA VERDADE TEM UM EFEITO POSITIVO NO MERCADO EXTERIOR SINALIZANDO AS CONSEQUENCIAS DO ATO DE ABUNDAR PARA A GLOBALIZAÇÃO.

    NO MAIS….
    TEU ESFORÇO CARMEN VAI APENAS SER RECOMPENSA NA VARIAÇÃO DO ÍNDICE DEU JONES (NÃO SEI PRA QUEM) OSCILATÓRIO DEPENDENDO DO FECHAMENTO DA BOLSA DE TÓQUIO X CHICADO ( COM TROCADILHO POR FAVOR) E CONSIDERANDO A COVARIÃNCIA DE FUSOS HORÁRIOS DIZEM QUE APROXIMADAMENTE 0,25 E 1,00 REAL, MARGEM ESTA INDICADA PARA AS REFERÊNCIAS DO CRÉDITO CONSIGNADO COM DESCONTO EM FOLHA.

    TENHO DITO.
    BJS A FAMÍLIA DO REAL CUFRINHO SOFREDOR.
    ML.

  18. Flor

    Madrinha querida,
    li hj cedo. Morri de rir imaginando a cena.
    Beijos para todos!

  19. Mary, que loucura! Ainda bem que deu tudo certo no final.

    Bjs, Nick

  20. putz
    eu já passei uma dessas com meu irmão do meio (eu sou a mais velha).
    na correria, quando minha mãe literalmente “jogou” ele pra dentro do carro, a barriga dele bateu contra o freio de mão, que, levantado, fez ele vomitar.
    mas o susto sempre é grande.

    brincar com moedas, nunca mais (isso que eu sou da época das balas soft redondinhas)…

  21. Kerly

    e eu ri um bocado agora. eita… já ia ficar chateada que você estava dando palestra e nem passou a fita… que coisa chata e que bom que ainda existe humanidade nesse mundo desvairado. um beijo, saudade!

  22. Ali

    Querida! Como está a filha-cofrinho? Mary, seu bom humor para contar esta estória… Texto ótimo!
    Um grande beijo e conte comigo !

  23. OK, na condição de Curador do Centro Cultural Bradesco, aproveito o ensejo para convidar todos para a próxima apresentação da Mari-Jo, na sexta-feira às 21 horas, quando destacaremos uma força-tarefa para manter a filha-cofrinho devidamente entretida com biscoitos, sorvetes, amendoins, sucos, pastéis, brigadeiros…

  24. A filha-cofrinho tá boa. Voltou do hospital agora há pouco. A moeda, que parece ser de 1 real (a danada não lembra o valor), continua lá firme e forte. Pelo raio-x, dá para os leigos entenderem que ela ainda não desceu para o intestino.
    E dá-lhe fibras, frutas, legumes. Ainda bem que ela come de tudo. Agora basta levá-la a uma padoca e entregá-la como crédito. Só rindo.

  25. Minha querida,

    sua vida é uma emoção só. pelo bom humor, só posso imaginar que a filhota-cofrinho está super bem e prestes a aprontar novamente. vou ligar logo que me livrar aqui das matérias do dia.

    saudades
    bjs carinhosos
    L

  26. mari!!! e a filha-cofrinho? tá boa?!?!?!
    menina!! só vc mesmo para contar tanta coisa assim com bom humor!
    bjo enorme
    Lili

  27. fico imaginando quantas histórias assim não existem por aí! mas atualmente meu santinho é o google! hahahahha.. e a moeda?