A internet móvel da “thumb generation”

Em tradução literal, “thumb generation” ficaria “geração do polegar” ou “geração do dedo polegar”. Não combina. Mesmo. Em francês, ficou “génération pouce”. Em português, talvez a melhor opção seja “geração SMS”, em alusão às mensagens curtas de texto, criadas no celular. Alguém sugere algo melhor?

A faixa etária dessa geração está entre os 13 e 30 anos, que lá fora, bem entendido, não está nem aí para o preço dos serviços de telefonia móvel. O uso da internet no celular faz parte do seu cotidiano. Quem constata é Mei Wen Chou, da Brunel University, na Grã-Bretanha.

Já mandei e-mail solicitando entrevista à pesquisadora, que fez parte de um estudo que deverá ser publicado no International Journal of Technology.

Os pesquisadores haviam constatado que a internet já tinha modificado o uso no trabalho e no lazer dessa geração, mas faltava levantar dados e analisar o perfil desse público e seu uso da rede mundial em celulares.  Entre as observações dos estudiosos ficou claro que a navegação pela internet se dá com mais freqüência no celular do que no computador, seja ele de mesa ou portátil.

Em breve, outro texto com os resultados da entrevista, com direito à podcast da gravação.

2 Comentários

Arquivado em Análises, Comportamento, Notícias

2 Respostas para “A internet móvel da “thumb generation”

  1. Geração T9 não é mal, mas ficara parecendo tecniquês, pois a grande maioria das pessoas não faz sequer idéia do que esse termo signifique. E o pior: já tentaram traduzir por texto predictivo, horrível. Também já ouvi dizer que usam “geração polegar”, em tradução literal. Eu, na verdade, detestei. Então fica aberto a sugestões outras. Quem sabe aparece algo melhor.

  2. Anônimo

    que tal “geração T9”?