1984 nunca será igual a “1984″

Dia 24 de janeiro passou batido para os escribas de Nomadismo Celular. Eis que Claudio Versiani, co-autor da revista eletrônica PicturaPixel, escreveu e postou, lembrando a todos o dia do lançamento do primeiro Macintosh: a grande invenção da Apple, capitaneada pelo visionário Steve Jobs, que fundou a empresa em 1976 (Jobs, por motivos de saúde, afastou-se da empresa em janeiro e publicou uma carta sucinta).

O filme publicitário assinado por Ridley Scott, que, em 1982, ousou e impressionou o mundo com “Blade Runner“, foi premiadíssimo e merece ser visto, revisto e comentado. A emblemática frase “1984 nunca será igual a ‘1984’” é autoexplicativa. Se não for, vale a pena ler “1984“, de George Orwell. Tudo sobre o big brother está lá.

Passado um quarto de século, o Macintosh fez muito mais do que história. Sites não faltam relatando todos os modelos lançados ao longo de 25 anos. The Apple Museum não é oficial. De qualquer forma, merece leitura. Do lado esquerdo, há versão traduzida para o espanhol em El Museo de Apple.

Comentários desativados em 1984 nunca será igual a “1984″

Arquivado em Notícias

Os comentários estão desativados.