Arquivo da categoria: Comportamento

iPad, a propaganda oficial

E a frase: “I don’t have to change myself to fit the product. It fits me”.

Em tradução livre: “Não tenho que mudar para me adaptar ao produto. Ele sou eu”.

Anúncios

Comentários desativados em iPad, a propaganda oficial

Arquivado em Comportamento, Mercado

2010 com mobilidade by James Théophane Jnr

A agência de publicidade online LBI encomendou, e James Théophane Jr, ou simplesmente Theo, tocou o projeto com sua equipe A história, com direito a making ofs está aqui. Imagino que o povo da HTC e do Windows Phone, leia-se Microsoft, tenham colaborado bastante com o projeto.

mobile mobile é uma árvore de natal singular, e você pode dedilhar a partir do seu teclado a melodia que lhe der na telha. Se não dá pra ir ao vivo, por que não pular a fila diante da sua tela? xmas.lbi.co.uk. A dica veio do professor André Lemos via Twitter ou Facebook, já não me lembro exatamente em que emaranhado dessa quântica rede li.

1 comentário

Arquivado em Comportamento, Diversão e arte, WindowsPhone

Quem se habilita? Qual será o 1º portal de notícias a permitir envio de vídeos?

Aqui em terra brasilis, temos o hábito de digerir para depois nos apropriarmos de uma ideia. O que não quer dizer que não tenhamos tutano para ser criativos. Ok, faz parte. Claro que todos já devem ter pensado no assunto, mas algum portal de mídia já colocou a ideia em prática? Em suma, o Huffington Post –com mais de 8 milhões de visitas mensais, segundo o instituto Nielsen—  criou o projeto New York subway Performers Project: Help Capture and Map the City’s Street Talent, pedindo a seus leitores que enviem vídeos de street art para mapear talentos.

Na era de videofones e câmeras fotográficas que filmam, leitores aproveitam o espaço e ganham milhares ou milhões de cliques. A conferir.

ENQUANTO ISSOUOL, Terra, Folha Online, Estadão, R7, G1 etc. etc. ou andam comendo mosca ou em breve criam os seus chamados “jornalismo cidadão” ou videorrepórter ou o nome marqueteiro que for mais conveniente.

Comentários desativados em Quem se habilita? Qual será o 1º portal de notícias a permitir envio de vídeos?

Arquivado em Comportamento, Diversão e arte, Mundo nômade, Redes, Tendências

Me dá meu chip, Pedro

Na pródiga rede, parece que essa história rolou na sexta-feira, 18 de setembro. Ok, reconheço. Ao longo desse dia, fiquei presa a um texto e, vez por outra, ia ao Twitter. Para não perder a concentração, fechei os navegadores e me restringi ao editor de textos.

No sábado, à noitinha, fuçando o Twitter, aleatoriamente, caí n’O Esquema. O que a curiosidade não faz. A minha e a de quem foi obrigado a ouvir o escândalo em uma porta vizinha. O melhor, ou pior, de tudo: a gritaria foi filmada.
E daí? Para o YouTube, outro pulo.

Mais: e por que não transformar o urro em funk! A criatividade da galera deu cria. Não a um, mas a alguns funks. Conferir é preciso.

Perguntas que não calam: o que é privado? E público? A internet transformou-se no canal ideal para a espetacularização?

Leitura obrigatória: A Sociedade do Espetáculo – Guy Debord. Uma versão traduzida para o português de Portugal, generosamente disponível em PDF aqui.

7 Comentários

Arquivado em Comportamento

iPhone 3GS por R$ 99 ou por R$ 399?

O preço oficial do iPhone 3GS na loja sem desconto algum sai por R$ 1.949 (16 Gigabytes) ou R$ 2.249 (32 Gigabytes). Mas tudo é negociável com sua operadora.
Explico: em planos pós-pagos, geralmente o consumidor costuma receber pontos, que se transformam em bônus. Ao ligar para minha operadora, a TIM, verifiquei que possuía um bônus equivalente a R$ 1.500. Com mais um desconto por ter escolhido o aparelho da Apple e por fazer um contrato de refidelização por 12 meses, pude escolher entre pagar R$ 99 ou R$ 399.
Isso mesmo, você não está lendo errado. 16 Gigas por R$ 99 ou 32 Gigas por R$ 399. É mais barato do que um pen drive? Não sei. Preciso checar assim que me conectar novamente, pois vou trocar de aparelho agora, às 18h09 na loja da TIM no shopping Eldorado. E este post foi feito do celular Nokia E71.

ADDENDUS

Ontem à noitinha, sob a forte chuva que desabou o dia inteiro em São Paulo, saí tão afoita da loja da TIM no shopping Eldorado,  que mal tive tempo de postar a foto da nota fiscal. Bem lembrado, paguei R$ 99 e dividi em três parcelas de R$ 33 no cartão de crédito.

MAIS

A tela do iPhone quebra facilmente? É o que dizem por aí usuários em todos os cantos. Fui até o subssolo e comprei uma capinha de silicone e uma película para a tela.  Quebrei, não a tela, mas a cara, pois a película resultou numa roubada total. Na FasTech, verifiquei o preço dos pen drives das marcas Kingston e SanDisc.  A chave da Kingston de 16 Gigabytes estava em promoção: saí de R$ 179 por R$ 149. A chave SanDisc de 32 Gigabytes passava de R$ 379 para R$ 349.

RESPOSTA AO PRIMEIRO COMENTÁRIO

Rudolph Bantim, na loja da TIM, com o bônus na tela do celular, devidamente registrado nos computadores da operadora, imagino, o consumidor pode levar um celular de qualquer marca. Como se diz por ai, “pagando, meu caro”.

TRADUZINDO

O preço que paguei por esse iPhone significa o seguinte: o que importa é a fidelização com a operadora e não o preço do aparelho. Sabe-se muito bem que quem paga a conta dos fabricantes de celulares são as operadoras de telefonia móvel. Em suma, 99 reais não pagam a conta do iPhone. Nem R$ 399.  Se eu, uma mera cliente de um plano de 120 minutos obteve o ícone do desejo do mundo móvel por essa bagatela, imaginem os usuários de contas premium, contas empresa e tudo mais? E nos EUA e na Europa? Deve chegar iPhone grátis. Pode apostar. E isso vale para a Claro, TIM, Vivo, Oi, Verizon etc. etc.

E POR ÚLTIMO

Em breve subo a foto da nota fiscal.

5 Comentários

Arquivado em Comportamento, Notícias

Twestival: Sampa, NYC, Rio, Buenos Aires em todo o planeta

Em Sampa

Twestival Local São Paulo

Twestival Local São Paulo

Twestival

  • Quando: sexta-feira, 11 de setembro
  • Horário: 19h30
  • Onde: Espaço PIX/Gafanhoto
    Av. Rebouças, 3181 – Pinheiros

Em Buenos Aires

Em Nova York

NYC Twestival 2009 » NYC Twestival’s Celebrity Bowling Tournament: Want to play?

Pelo planeta

http://twestival.com/

Twestival no mundo

Twestival no mundo



Comentários desativados em Twestival: Sampa, NYC, Rio, Buenos Aires em todo o planeta

Arquivado em Comportamento, Notícias

Furo! Última hora! Jornal dá pinta e publica copy & paste da internet

Quando jornalismo copia e cola da web

Quando jornalismo copia e cola da web

A notícia veio do meio mais rápido que, por ora, vingou na rede. O Twitter. Quem começou foi a estudante de jornalismo Luisa Benozzati e coautora do Modifique-se. Dona da conta @lulubass, ela postou ao jornalista Mauricio Stycer, @mauriciostycer, avisando-o.
Stycer, por sua vez, replicou “@mauriciostycerNovidade: quando o jornal faz copy & paste na Internet. (dica da@lulubasshttp://tiny.cc/9DtVR

Não resisti e fiz um link com outro encurtador de URLs, o Hootsuite.com. Creditei as duas fontes de onde saiu a informação e larguei na minha conta do Twitter: “@zilveti Furo! Urgente! Jornal dá na pinta e publica copy & paste da internet. via @mauriciostycer @lulubasshttp://ow.ly/n03d #jornalismo #web“.

O assunto rende, é claro. Afinal, não é o papel impresso que se encarrega de dizer que a internet copia e cola? Nada como um escorregão. Em minutos, havia leitores retuitando o que Stycer e Benozzati haviam escrito. Na minha conta repetiu-se a retuitagem [que, em outras palavras, quer dizer replicar].

Pouco tempo depois, antes de largar a tela do computador e ir pra rua com acesso à web móvel, achei que era necessário repetir mais uma vez: “@zilveti: rtépreciso Furo! Últimas Jornal dá pinta e publica copy & paste da internet. via @mauriciostycer @lulubass http://ow.ly/n5wD #jornalismo“.

As estatísticas do jornalismo copy & paste

As estatísticas do jornalismo copy & paste

Desta vez, não sei se por ser no final da tarde, o link registrou um número de acessos bem maior. Desde que optei pelo Hootsuite, tenho condições de aferir os números de cliques a links, os dez mais, por região etc. etc. Até aí, nenhuma novidade, pois há vários serviços de encurtadores de URLs (os endereços de uma página ou domínio) que oferecem esses recursos.

Noves fora, a URL http://ow.ly/n5wD registrou em menos de 24 horas 985 cliques, segundo o Hootsuite. Foi a vingança da blogosfera, dos internautas, do mundo de zeros e uns? Não sei ao certo o que motivou tanta gente a replicar o twitter.

De uma coisa todos podem ter certeza. O papel jornal aceita tudo. Até quando um redator comete um equívoco e, literalmente, copia e cola a informação da não tão assim efêmera web, deixando provas.

9 Comentários

Arquivado em Análises, Comportamento